Close

Tulasi segue a trilha da Agrofloresta

Namastê Messerschmidt fará o planejamento de produção agroflorestal nos sítios dos agricultores-parceiros do Tulasi

Discípulo do agricultor e pesquisador suíço Ernst Götsch, criador do conjunto de princípios e técnicas que compõem a Agricultura Sintrópica, Namastê Messerschmidt vem a Pernambuco para falar sobre “Agroflorestal e suas diferentes formas de planejar”. O especialista vem a convite do Tulasi Mercado Orgânico, há um ano desenvolvendo a metodologia da agroflorestal junto com os agricultores-parceiros da loja. O especialista visitará os sítios dos produtores onde fará “o desenho” da área para distribuição do plantio, deixando os canteiros prontos para o mutirão onde serão demonstrados e explicados os procedimentos técnicos do processo . O mutirão será aberto ao publico (20 vagas),  no Sítio Barros Branco (PE-050, Km 12, sentido Vitória de Santo Antão-Glória de Goitá), de 16 a 18 de dezembro.

A base da agroflorestal sintrópica é o cultivo agrícola imitando a lógica da floresta. Para isso, e para manter a cobertura de todo o solo com muita matéria orgânica, é necessário produzir muita matéria orgânica no sítio, e fazer com o que o solo se sinta sempre numa floresta. Para os seguidores de Götsch, as hortaliças são culturas da “clareira”, quando o solo está bem coberto e podem receber a luz do sol, mas, depois, dependendo da hortaliça, ela também é protegida com um pouco de sombra da capoeira.

Na visita aos gricultores-parceiros do Tulasi, Namastê Messerschmidt  fará os ajustes necessários à otimização dos modelos produtivos lá implantados. Entusiasta da agrofloresta sintrópica, Renata Nascimento, proprietária do Tulasi, acredita que a técnica é capaz de transformar a relação das pessoas relação com a natureza.

 

 

Adicionar comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *